Presidente   |   Diretoria   |   História   |   Estrutura organizacional   |   Câmaras
Atendimento das 08:00hs às 17:00hs
(65) 3023-3662   |   imprensa@ucmmat.org   |   administrativo@ucmmat.org

Ministro Barroso no Roda Viva: UVB repudia as barbaridades ditas por Barroso e UCMMAT apoia ao posicionamento.

barroso r viva 300x200O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, afirmou em entrevista ao Roda Viva, nessa segunda-feira (15), que as eleições municipais deste ano vão acontecer entre os dias 15 de novembro e 20 de dezembro. As datas exatas da realização do primeiro e segundo turnos, entretanto, ainda não estão definidas. Segundo ele, a alteração está sendo discutida entre um grupo de especialistas em saúde, os presidentes da Câmara e do Senado e as lideranças partidárias.

“A data das eleições está marcada na Constituição, primeiro domingo de outubro, então qualquer alteração depende do Congresso Nacional. Conversei com epidemiologistas, infectologistas, biólogos, físicos especializados em cálculo de epidemiologia”, relatou.

Segundo Barroso, os especialistas preveem uma queda na curva de ascensão da doença entre agosto e setembro, portanto haveria a possibilidade de realizar as eleições na janela entre 15 de novembro e 20 de dezembro. Desse modo, será atendida uma preocupação do ministro e dos presidentes da Câmara e do Senado: a realização do pleito ainda em 2020.

“A constituição veda uma segunda reeleição e cerca de 20% dos prefeitos já estão terminando o segundo mandato. Portanto, em violação à constituição, daríamos um terceiro mandato a esses prefeitos”, avalia Barroso a respeito da hipótese de adiar as eleições para 2020.

NOTA DA UVB

O Ministro Barroso esta afrontando a democracia, quando insiste em eleições no ano de 2020, em plena pandemia COVID-19. O povo não terá a oportunidade de conhecer as propostas dos candidatos e esse mesmo povo que sairá enfraquecido com a insistência das eleições em 2020. A UVB entende que o adiamento das eleições para 2021 ou 2022 é uma questão de saúde pública e preservação da vida. O que mais nos deixa indignados é a omissão dos parlamentares federais que se calam diante das barbaridades ideológicas da justiça eleitoral, que em nome da democracia e da constitucionalidade está promovendo em nosso país.

NOTA DA UCMMAT

A Pandemia já prejudicou inúmeras filiações partidárias, principalmente para as chapas de Vereador. Não bastasse o fato de que os candidatos a Vereador no pleito de 2020 serão cobaias do teste da proibição de coligações proporcionais, com a Pandemia, o número de candidatos e partidos que disputariam as eleições municipais reduzirá ainda mais drasticamente, o alistamento, regularização e transferência de título efetuados somente pela internet diminuiu expressivamente o número eleitores que votarão esse ano.

No dia 23/03 a UCMMAT oficializou eletronicamente a Bancada Federal e o Congresso Nacional requerendo uma proposição para SUSPENSÃO e ADIAMENTO PARA AS ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2020, e recentemente oficializou as câmaras de Mato Grosso para que enviaram por escrito o seu posicionamento sobre as eleições 2020. Após o recebimento das posições das Câmaras será reiterado na Bancada Federal e no Congresso Nacional um novo pedido de Suspenção e Adiamento das Eleições.

A UCMMAT tem acompanhado diariamente as dificuldades dos pré-candidatos e está ouvindo cada relato por isso será realizado um novo pedido. A maior preocupação dos vereadores de Mato Grosso nesse momento é de  saúde pública, VIDAS.

A Instituição representativa dos Vereadores de Mato Grosso deixa explicito o apoio ao posicionamento da UVB e relatas  medidas tomadas.

Image
 Rua Joaquim Murtinho, Nº 1713 - Centro Sul | Cuiabá - MT, CEP: 78020-290
Fone: (65) 3023-3662 | E-mail: administrativo@ucmmat.org | imprensa@ucmmat.org 
Expediente: das 08:00hs as 17:00hs
Image
© 2020 - Todos os direitos reservados a UCMMAT