Vereadores mais novos de Mato Grosso recebem homenagem da UCMMAT

231750Dayane Senna
Assessoria UCMMAT

Eleitos com apenas 18 anos, os vereadores Geraldo Destefani Neto e Érika Negarotê Garcez receberam homenagem da União das Câmaras Municipais de Mato Grosso (UCMMAT) pelo título de parlamentares mais novos do estado. A diferença de idade dos vereadores é de 16 dias.

Natural de Sinop/MT, Neto nasceu em 20 de novembro de 1997, mudou-se para o município de Nova Maringá em 2003, onde sua família abriu uma indústria madeireira. Aos 15 anos o Geraldo foi morar em Cuiabá para fazer o ensino médio e cursar faculdade de direito.

Ainda no 1º semestre do curso conversou com seu pai e falou do seu desejo em disputar o pleito como vereador, e o sonho se tornou realidade, Neto foi eleito com 215 votos, sendo o segundo mais votado do município e o mais novo vereador do estado. Além deste título, Neto conquistou o cargo de Presidente da Câmara de Nova Maringá, com isto se tornando o presidente mais novo de Mato Grosso.

O parlamentar ressalta que a responsabilidade é maior e acredita que a inclusão do jovem na política é essencial. “Mesmo não sendo um dos assuntos rotineiros das rodinhas dos jovens e também da maioria dos brasileiros é essencial este envolvimento, a junção da experiência e a força da juventude é o segredo para um Brasil melhor”, disse Neto.

O presidente salientou que o grande número de políticos corruptos no país tem gerado um anseio por mudanças. “O jovem vem com um ar de inovação, uma bagagem de inserção digital, uma sede de esperança e muitos outros pontos positivos para ajudar uma pauta tão importante que é a política, com isso esse gás total é retirado aquele pensamento da velha guarda e mostra na prática que o jovem no Brasil é levado a sério e nós somos sim o futuro do Brasil. Foi uma honra receber esta homenagem e fazer parte da história da minha querida Nova Maringá e de nosso Mato Grosso”, concluiu.

Érika Negarotê Garcez, além de ser a vereadora mais nova do estado, é a primeira mulher da etnia Nambiquara a se eleger para cargo público. A parlamentar concorreu a vereadora pelo PRB em Comodoro (a 667 km de Cuiabá) e foi eleita com 264 votos no último pleito.

Garcez é natural de Vilhena/RO e nasceu no dia 04 de novembro de 1997, na aldeia indígena onde foi criada até aos 08 anos de idade. Após isto, Érika foi morar na cidade para ter acesso ao estudo, estudava a noite e trabalhava de dia no cartório de Comodoro para pagar suas despesas na cidade. Quando surgiu a oportunidade de se candidatar ao cargo eletivo, se colocou à disposição, no intuito de mudar o cenário político do povo indígena da sua região.

A vereadora ressaltou que sua bandeira é a qualidade de vida do seu povo. “Cresci na aldeia visualizando a situação precária dos indígenas. Vim para cidade sem saber falar português, estudei e percebi que meu povo tem dificuldades para acesso à saúde, educação e outros direitos básicos. Ingressei na política para ajudar os indígenas”, disse Érika. 

© Todos os direitos reservados a UCMMAT