Com 11 votos, Valmisley derrota esposa de deputado e vai presidir Câmara

Sem surpresa, o presidente interino da Câmara de Primavera do Leste, Valmislei Alves dos Santos, o Miley (PV), foi eleito para comandar a Mesa Diretora pelo biênio 2017/2018. O parlamentar obteve 11 dos 15 votos, derrotando a vereadora da oposição e esposa do deputado estadual Zeca Viana, Iva Viana (ambos do PDT), que conseguiu apenas 4 votos.

Miley já estava à frente do Legislativo desde que o então presidente Leonardo Bortolin (PMDB) deixou o posto para assumir a cadeira da prefeitura em razão da cassação do prefeito Getúlio Viana (PSB). Com a eleição suplementar, na qual o peemedebista saiu vitorioso, o vereador assumirá de vez a Câmara.

Até às vésperas da eleição, Miley era o único candidato a concorrer ao pleito. Entretanto, a oposição resolveu lançar de última hora o nome de Iva para disputar o posto. A medida foi tomada por que os opositores não foram contemplados com nenhum cargo da Mesa Diretora.

Essa é a segunda derrota que a família Viana sofre em menos de um mês. A última ocorreu quando a vereadora Carmem Betti (PSC), candidata à prefeitura de Primavera e apoiada por Getúlio, saiu derrotada por Leonardo.

A Câmara possui um duodécimo entre R$ 800 mil e R$ 900 mil mês, o que gira em torno de R$ 10 milhões ano. Com 66 funcionários (vereadores, comissionados e efetivos) a folha salarial consome R$ 50% do repasse, ou seja, R$ 5 milhões.

Cada parlamentar por Primavera recebe R$ 14 mil, sendo que R$ 7,2 mil é o salário e R$ 6,8 mil faz parte da verba indenizatória.

em surpresa, o presidente interino da Câmara de Primavera do Leste, Valmislei Alves dos Santos, o Miley (PV), foi eleito para comandar a Mesa Diretora pelo biênio 2017/2018. O parlamentar obteve 11 dos 15 votos, derrotando a vereadora da oposição e esposa do deputado estadual Zeca Viana, Iva Viana (ambos do PDT), que conseguiu apenas 4 votos.

Miley já estava à frente do Legislativo desde que o então presidente Leonardo Bortolin (PMDB) deixou o posto para assumir a cadeira da prefeitura em razão da cassação do prefeito Getúlio Viana (PSB). Com a eleição suplementar, na qual o peemedebista saiu vitorioso, o vereador assumirá de vez a Câmara.

Até às vésperas da eleição, Miley era o único candidato a concorrer ao pleito. Entretanto, a oposição resolveu lançar de última hora o nome de Iva para disputar o posto. A medida foi tomada por que os opositores não foram contemplados com nenhum cargo da Mesa Diretora.

Essa é a segunda derrota que a família Viana sofre em menos de um mês. A última ocorreu quando a vereadora Carmem Betti (PSC), candidata à prefeitura de Primavera e apoiada por Getúlio, saiu derrotada por Leonardo.

A Câmara possui um duodécimo entre R$ 800 mil e R$ 900 mil mês, o que gira em torno de R$ 10 milhões ano. Com 66 funcionários (vereadores, comissionados e efetivos) a folha salarial consome R$ 50% do repasse, ou seja, R$ 5 milhões.

Cada parlamentar por Primavera recebe R$ 14 mil, sendo que R$ 7,2 mil é o salário e R$ 6,8 mil faz parte da verba indenizatória.

Fonte: RDNews

© Todos os direitos reservados a UCMMAT