HISTÓRIA   |  MESA DIRETORA    |   CONVÊNIOS   |   EQUIPE

LogoMarca UCMMAT

Image

GWS Banner OUVIDORIA M TOPO UCMMAT GWS Banner SIC M TOPO UCMMAT

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 79

Presidente nacional informa ao vereador Marquinhos que Incra permanecerá no município

Escrito por

Por Assessoria

Em resposta ao ofício do vereador Marcos Aragão (Marquinhos – PSD), apresentado no dia 12 de setembro de 2017, logo após audiência pública realizada na Câmara de Colíder, o presidente nacional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Leonardo Góes Silva, respondeu oficialmente que a autarquia permanecerá funcionando no município.

No ofício de resposta a Marquinhos, emitido no 8 de dezembro, o Incra informa "que a Unidade Avançada de Colíder, de fato, foi extinta. No entanto, os atendimentos à população seguem sendo realizados, no mesmo local, pelos servidores do Incra no doravante denominado Escritório Técnico Regional". O documento é assinado pelo chefe de Gabinete da Presidência do Incra, Francisco Nascimento.

"Essa é mais uma vitória da nossa população, da Câmara de Colíder, dos vereadores e de todos os municípios da nossa região", enaltece Marquinhos, que efetuou várias viagens de trabalho a Brasília para convencer a presidência nacional do Incra sobre a importância de manter a autarquia funcionando no município.

Em uma das audiências no Incra, o vereador esteve acompanhado pelo assessor especial do Ministério de Ciências, Tecnologias e Comunicações, José Augusto Curvo (Tampinha).

Entenda o fato

Proposta por Marquinhos, a Câmara de Colíder realizou uma audiência pública no dia 21 de agosto para debater com prefeitos, vereadores e autoridades da região meios para tentar evitar o fechamento da unidade local do Incra, conforme determinava a portaria 426, emitida em 13 de julho de 2017 pela diretoria nacional da entidade.

A portaria nº 426 orientava a Superintendência Regional de Mato Grosso a fechar a Unidade Avançada de Colíder, "ficando suas atribuições transferidas para a Unidade Avançada de Peixoto de Azevedo, com sede localizada no município de Guarantã do Norte", e "criar a Unidade Avançada Noroeste de Mato Grosso, com sede no município de Colniza".

Após a audiência e munido de uma série de documentos e pedidos de prefeituras e câmaras de municípios da região, Marquinhos foi a Brasília conversar com o presidente nacional do Incra, Leonardo Silva. "À época, ele se comprometeu a manter a unidade funcionando até apresentarmos uma justificativa. Hoje, recebemos a confirmação de que a autarquia permanecerá em Colíder".

Se a extinção fosse confirmada, famílias de pequenos produtores de 53 assentamentos de 22 municípios da área de atuação de Colíder seriam obrigadas a percorrer longas distâncias para buscar atendimento na unidade de Peixoto de Azevedo. "O envolvimento da população e a união dos municípios foi fundamental para evitar a saída do Incra de Colíder. Unidos, mostrarmos que podemos alcançar grandes conquistas", conclui Marquinhos.

 

© Todos os direitos reservados a UCMMAT