-

O ano de 2017 já está com as luzes apagadas e durante todo este ano, como homens públicos, nossa estratégia foi o compromisso com os nossos munícipes.Os vereadores de Juara desenvolveram ações que foram fundamentais para toda a comunidade e vamos continuar assim em todos os dias de 2018.

Levamos o Poder Legislativo para todos os quadrantes do município, realizamos inúmeras audiências públicas para sentir de perto os anseios da nossa gente, nossos projetos foram pautados de acordo com o desejo do cidadão juarense e dentro da perspectiva real de atendimento por parte do Poder Executivo.

O Brasil enfrentou uma crise sem precedentes, tanto financeira quanto em todas as suas instituições, foi o ano de um festival de denúncias de corrupção, prisões de figuras públicas, delações e condenações das mais variadas. Em Juara foi instalada uma CPI e que está em andamento para investigar possíveis irregularidades na administração municipal e todos os seus vereadores compromissados com a lisura dos trabalhos, afinal é isso que a sociedade espera de seus agentes públicos.

Encerramos 2017 com a certeza do dever cumprido e com a vontade de realizar muito mais em benefício do povo. Apesar de toda  que atingiu o Brasil, o Poder Legislativo de Juara trabalhou bastante, pautado pela transparência e pela economia dos recursos repassados pelo duodécimo a que temos  direito. Nossas economias possibilitaram a devolução de uma boa quantia à Prefeitura Municipal e que será aplicada na finalização de uma Unidade Básica de Saúde na cidade.

Em 2018, a Câmara de Vereadores de Juara vai continuar seu trabalho de parceria com o cidadão, com a família juarense, rumo ao desenvolvimento equilibrado da pessoa. Há instituições, inventos e descobertas que carregam na sua história e origem o registro de seu criador, inventor ou descobridor e nós, da maneira mais simples, trabalhamos o amor e o respeito mútuos que são essenciais para o pleno crescimento e desenvolvimento da família.

Até aqui temos a certeza do dever cumprido e continuamos conclamando o cidadão de bem deste município para fortaleça a proximidade com o Poder Legislativo e juntos continuarmos este grande mutirão, que é  o de construção de um município bom de se viver, com sua economia forte e preparando homens e mulheres que darão orgulho para a  nossa terra.

Que em 2018, nossas aspirações sejam alcançadas, que nossa gente seja sempre contemplada com ações de interesse comum e que a democracia se fortaleça cada vez mais.

“O Poder Legislativo de Juara, seus vereadores e seus servidores pactuam mais uma vez, o compromisso de qualidade nas ações prestadas ao cidadão. Em 2018 acreditamos que tudo será melhor para todos”! Argumentou o vereador,  João Batista Rissotti (PSDB) presidente da Câmara Municipal de Juara.

Fonte: Da Assessoria

-

Assessoria Câmara de Sinop

Mesmo com a reforma do telhado orçada em R$ 640 mil e a devolução de R$ 145 mil para a prefeitura, já feita ao longo do ano, a Câmara Municipal de Sinop irá devolver R$ 1.014.251,36 para o Poder Executivo municipal investir em asfalto e tubulação no ano que vem. O valor é parte do duodécimo do Legislativo e fruto de uma economia feita pela Mesa Diretora da Casa na gestão de pessoal, energia elétrica, telefone e bens de consumo.

Apesar de o dinheiro ter origem no Legislativo, o presidente Ademir Bortoli (PMDB), explicou que os vereadores não têm condições legais de determinar onde ele será aplicado pela prefeitura, mas podem sugerir a destinação ao Poder Executivo.

"Propomos que o dinheiro seja investido em pavimentação asfáltica e tubulação na Estrada Jacinta e pavimentação asfáltica no Setor Industrial Norte, nas ruas Ipomeias e restante da Criselíneas e Colombinas. Nós temos como fazer essa sugestão, mas a prefeitura tem a prerrogativa de usar o dinheiro como decidir", explicou o vereador.

De acordo com Bortoli, a devolução é possível graças à economia feita durante o ano. Como exemplo, ele cita aproximadamente R$ 100 mil só com energia elétrica após a troca de lâmpadas incandescentes por LED, o corte dos telefones celulares dos vereadores que eram pagos pela Câmara, redução no consumo de papel com a disponibilização da pauta das sessões online e a redução com a folha de pagamento, já que não foram preenchidos todos os cargos comissionados que constam no lotacionograma.

"Essa é uma gestão que fizemos e não foi sozinho. Tenho que agradecer aos funcionários, aos assessores e aos vereadores que entenderam esta necessidade e que colaboraram para isso acontecer", declarou o parlamentar.

A vontade de economizar não impediu os investimentos. Neste ano, o telhado do prédio da Câmara, que sofria com goteiras desde a inauguração, foi todo reformado, assim como o forro e o piso. Também com o orçamento deste ano, já foi contratado o projeto para instalação de energia solar em 2018, o projeto estrutural da garagem, com capacidade para suportar 12 toneladas de placas solares, além do próprio peso, e as caixas de som especiais para melhorar a acústica do plenário.

 
-

Estiveram reunidos nesta quinta-feira (21.12), no Gabinete do Prefeito, representantes da Câmara Municipal, entre eles o Presidente Ari Zandoná, os vereadores Adelar “Bibelô” Fusinato, Renato Beraldo e Luis Cesar de Lara Pinto Filho, e secretários para realizar a entrega do cheque de R$ 520 mil ao Prefeito Mauro Rosa.

Esta sobra de recursos foi oriunda da economia de gastos da Câmara Municipal, neste segundo semestre de 2017, o que comprova mais uma vez a responsabilidade de todos os vereadores com o dinheiro público.

Segundo o Prefeito Mauro, a devolução dessa quantia significativa, pela segunda vez no ano, é uma grandeza por parte do legislativo para com o município. E isso vem de encontro a uma necessidade muito grande que a prefeitura tem hoje, e por isso só tem a agradecer a Câmara Municipal, o Presidente, demais Vereadores e funcionários. Mauro ainda salientou que será feita uma reunião com os Vereadores para decidir onde o recurso será aplicado, mas garante que com certeza vai ser muito bem investido para o bem comum.

Na oportunidade, o Presidente da Câmara, Ari Zandoná, disse que esses recursos foram o resultado de um levantamento feito no dia de hoje, onde depois de ter definido todos os gastos, sobrou R$ 520 mil, e sendo assim, mais uma vez a Câmara vai devolver esse valor expressivo ao Executivo Municipal. Haja visto, que em junho deste ano, a devolução foi de R$ 400 mil, totalizando então R$ 920 mil no ano de 2017. “Quero agradecer a cada Vereador que colaborou com a mesa diretora da Câmara, pois com o empenho de todos é possível fazer muito mais pela população de Água Boa, e em 2018, vamos continuar trabalhando e economizando”, complementou Ari.

Fonte: Da Assessoria
-

Dayane Senna

Assessoria Imprensa

A União das Câmaras Municipais de Mato Grosso (UCMMAT) passou por um ano de grandes desafios financeiros, mas terminou 2017 com um saldo positivo. Com o resultado das eleições realizadas em fevereiro, onde o vereador pelo município de Acorizal, Rafael Piovezan (PP) venceu a disputa contra o vereador por Sorriso, Dirceu Zanatta (PMDB), a UCMMAT ganhou notoriedade no cenário político, pela participação recorde dos parlamentares no pleito, o que demonstrou a união dos vereadores de todo o estado, no intuito de alavancar a entidade.

Passadas as eleições, o novo presidente da UCMMAT, vereador Rafael Piovezan encontrou uma Casa com mais de 500 mil reais de dívidas, entre elas, trabalhistas, Receita Federal e fornecedores com pagamentos atrasados. “Tivemos um ano de muito trabalho, entramos na entidade sabendo da real situação, folhas salariais atrasadas, funcionários com até 10 meses de salários atrasados, além das grandes dívidas trabalhistas, mas isto não nos intimidou, tivemos êxitos em todas as negociações”, disse Piovezan.

Para o presidente, o ano de 2017 foi um ano de transição para a entidade. “Com muita luta conseguimos tirar a UCMMAT do vermelho, as dívidas trabalhistas foram negociadas e parceladas, assim como na Receita Federal e com os fornecedores. Os servidores terminam o ano recebendo o 13º salário, e apenas dois funcionários estão com folhas atrasadas, o que já foi negociado pela nossa equipe”.

A dívida com a Receita Federal impedia a UCMMAT de filiar a maioria das Câmaras, devido à falta da Certidão Negativa, hoje a realidade é outra, a entidade está em dias com suas obrigações e se encontra no período de renovação contratual com as Câmaras de todo o estado. “Nossa expectativa é que as 141 Câmaras filiem-se a UCMMAT em 2018, teremos muita coisa boa, plantamos em 2017 e iremos colher no próximo ano, a entidade inicia um novo ano renovada e fortalecida”, concluiu o presidente.

-

As agências bancárias estarão fechadas amanhã (29) ao público e funcionarão apenas para serviços internos, informa a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Elas voltarão a funcionar na próxima terça-feira (2).

A Febraban lembra que as contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo), bem como os carnês que estiverem com vencimento nas datas em que as agências estiverem fechadas, poderão ser pagos no primeiro dia útil depois do feriado, sem a incidência de multa por atraso.

A entidade lembra ainda que os tributos já vêm com data ajustada em relação ao calendário de feriados (federais estaduais e municipais).

 

Os clientes podem utilizar os caixas eletrônicos, internet banking, mobile banking, banco por telefone e correspondentes (casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos comerciais credenciados) para fazer operações.

Fonte: AB